sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Lula não está acima da lei. Ninguém deveria estar!



A senadora pelo Paraná Gleise Hoffmann, presidente nacional do PT, usou o discurso ameaçador à ordem institucional do país em entrevista ao portal Poder 360, na qual, ao criticar com antecedência uma possível condenação do ex-presidente Lula, disse que o seu partido vai “pegar pesado” se isto ocorrer. Para prender o Lula, vai ter que prender muita gente, mas, mais do que isso, vai ter que matar gente. Aí, vai ter que matar”, ameaçou a senadora”.

Os petistas estão cometendo um erro crasso ao desafiar a justiça brasileira. Algo impensável numa democracia.

A presidenta do Partido dos Trabalhadores (PT), senadora Gleisi Hoffmann que deveria usar de bom senso e desestimular os militantes do seu partido em continuar desafiando e coagindo os desembargadores do Tribunal Regional Federal-TRF-4, sediado no estado do Rio Grande do Sul, muito pelo contrário, ela joga mais gasolina na fogueira, o que poderá acirrar ainda mais os ânimos e criar um complicador a mais para o seu líder.

Uma pessoa sensata e que não seja membro do PT, pondera que não há motivos para que os procuradores da república, o juiz federal Sérgio Moro e os desembargadores federais tenham algum motivo particular para julgar sem isenção o ex-presidente da república Luís Inácio Lula da Silva no próximo dia 24 no TRF-4.

O Partido dos Trabalhadores (PT) ao se nivelar por baixo aos demais partidos brasileiros, abriu mão de princípios antes tão caros aos petistas fundadores e orgânicos. Não foi à toa que muitos políticos brasileiros considerados éticos deixaram essa sigla e ingressaram em partidos que ocuparam o lugar, antes ocupado pelo partido de Lula & Cia.  

O PT e Lula mudaram muito e por isso estão pagando caro, por terem abandonados princípios como ética e moral.

Postar um comentário